Naufrágio de barco haitiano deixa 9 mortos e 79 desaparecidos

MIAMI (Reuters) - Até 79 imigrantes haitianos estão desaparecidos e nove corpos já foram encontrados no mar após o naufrágio de um barco de madeira próximo às ilhas Turcos e Caicos, informaram a polícia local e a Guarda Costeira dos EUA. As autoridades disseram que mais de 120 haitianos já foram resgatados das águas próximas a Caicos Ocidental, uma ilha praticamente inabitada sob controle da Grã- Bretanha, após o naufrágio.

Reuters |

"O barco bateu em um recife, o Recife Molasses, na costa de Caicos Ocidental... resgatamos 124 pessoas -- 22 mulheres e 102 homens -- e dois homens estavam falecidos", disse à Reuters por telefone o porta-voz da polícia de Turcos e Caicos, sargento Calvin Chase.

O policial acrescentou que o naufrágio aconteceu na noite de domingo. Não estava claro quantas pessoas estavam na embarcação quando ela afundou, mas segundo estimativas da Guarda Costeira, seriam de 160 a 200 pessoas.

O porta-voz da Guarda Costeira Barry Bena disse que lanchas e helicópteros dos EUA auxiliavam as autoridades de Turcos e Caicos, que fica entre o sul das Bahamas e a costa norte do Haiti.

Essa rota é muito percorrida por haitianos que fogem da pobreza em seu país para buscar trabalho nas Bahamas e na Flórida.

A Guarda Costeira dos EUA disse que alguns dos feridos mais graves foram levados de helicóptero para Providenciales, capital de Turcos e Caicos.

Na semana passada, a Guarda Costeira dos EUA interceptou 124 migrantes haitianos em uma embarcação superlotada de 60 pés (18 metros), cerca de 240 quilômetros ao sul do local do naufrágio. Esse grupo foi repatriado para o Haiti na segunda-feira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG