Washington, 1 abr (EFE).- A emissora de televisão CNN informou hoje que recebeu várias ofertas de doadores depois que a cantora Natalie Cole confessou em uma entrevista a Larry King que precisa urgentemente de um transplante de rim devido a uma hepatite C causada pelo abuso de drogas.

Na entrevista, a filha do famoso cantor Nat King Cole afirmou na terça-feira à noite que tinha conseguido vencer uma hepatite tipo C que provocou a paralisação das funções dos dois rins, e que, desde então, estava em uma "longa lista de espera".

Natalie Cole explicou que foi diagnosticada com hepatite C em fevereiro de 2008, o que atribuiu a seu vício com cocaína e heroína, mas assegurou que está há muito tempo sóbria, após se internar em uma clínica de reabilitação duas vezes.

Minutos após o depoimento, com a cantora ainda no estúdio, o programa recebeu dúzias de e-mails de espectadores dispostos a fazer exames para comprovar se podiam doar a elas seus rins, informou hoje a emissora em seu site.

O apresentador Larry King entregou, ao vivo, cópias das mensagens a Natalie, que ficou muda por alguns instantes e depois reagiu.

"Há seres humanos extraordinários aí fora. É tudo o que posso dizer", afirmou.

Para lutar contra o vírus, a cantora se submeteu, durante quatro meses, a um tratamento de quimioterapia agressivo, que causou a paralisação dos dois rins.

Desde então, a cantora se submete a diálise três vezes por semana, o que não impediu que continuasse com sua turnê mundial.

"Fiz diálise em Istambul, Milão, Indonésia, Manila, Londres... É incrível", disse Natalie. EFE llb/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.