O primeiro dromedário clonado do mundo nasceu no dia 8 de abril em um laboratório de Dubai e goza de boa saúde, anunciaram nesta terça-feira cientistas de um centro de pesquisas e reprodução do emirado.

"É o primeiro dromedário clonado do mundo", afirmou o cientista Nisar Wani, do Centro de Reprodução de Camelídeos, financiado pelo soberano de Dubai, o xeque Mohammad Ben Rached Al Maktun.

"Este avanço significativo em nosso programa de pesquisas nos dá os meios para preservar os genes dos dromedários que são eficazes na produção de leite e nas corridas", afirma em um comunicado o diretor científico do centro, Lulu Skidmore.

O bebê dromedário foi batizado de 'Injaz' (Realização). Os cientistas apresentaram o nascimento como um avanço para melhorar a raça dos camelídeos em uma região onde são muito valorizados e que registra uma febre de corridas de dromedários.

Para obter a clonagem, os cientistas desenvolveram pesquisas durante cinco anos.

Em 1998, o mesmo centro realizou o cruzamento de um dromedário e um lhama. O animal resultante foi chamado de "cama".

O primeiro animal clonado do mundo nasceu em 1996 na Grã-Bretanha: a ovelha Dolly, que morreu de forma prematura aos seis anos e meio de idade.

Desde então foram clonados outros animais como cavalos e cachorros, mas até agora nenhum dromedário havia sido clonado.

Leia mais sobre: clonagem

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.