bebê-medicamento na Espanha - Mundo - iG" /

Nasce primeiro bebê-medicamento na Espanha

O primeiro bebê espanhol geneticamente selecionado para curar o irmão mais velho, vítima de uma grave anemia congênita, nasceu no domingo passado, em Sevilha (sul), anunciou o Serviço Andaluz de Saúde (SAS), em um comunicado divulgado nesta terça-feira.

AFP |

Javier, que nasceu com 3,4 quilos, é fruto da seleção "in vitro" de um embrião sem a anomalia genética que acomete seu irmão de seis anos. O embrião foi implantado no útero da mãe.

O sangue do cordão umbilical do recém-nascido será implantado no irmão, mediante um transplante de medula, com a esperança de curá-lo da beta talassemia maior, a forma mais grave de anemia congênita, devido a uma anomalia dos genes da hemoglobina.

O objetivo é que células saudáveis do recém-nascido colonizem o organismo do irmão doente, permitindo-lhe fabricar glóbulos vermelhos sãos. "As possibilidades de cura do menino após o transplante são muito elevadas", de acordo com a nota divulgada pelas autoridades sanitárias da Andaluzia.

O transplante deve ser realizado em até 20 dias, e há entre 70% e 90% de chances de que não seja rejeitado, explicaram, em entrevista coletiva, os médicos do Hospital Virgen del Rocío de Sevilha, onde o menino nasceu.

A beta talassemia, que tem três variantes mais ou menos severas, é uma doença mais difundida entre as populações da bacia mediterrânea, Oriente Médio, sul e leste da Ásia, África e Antilhas.

pal/tt/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG