Discovery amanhã em missão à ISS - Mundo - iG" /

Nasa espera lançar Discovery amanhã em missão à ISS

Washington, 11 mar (EFE).- Os engenheiros da Nasa (agência espacial americana) iniciaram hoje uma corrida contra o tempo para consertar a falha no ônibus espacial Discovery e poder, finalmente, fazer o lançamento amanhã para uma missão de 14 dias à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês).

EFE |

O "Discovery" devia partir esta noite, mas o lançamento foi adiado poucas horas antes, devido ao vazamento em um encanamento do tanque externo de combustível, anunciou a agência espacial americana.

Esta é a quinta vez em que o lançamento do ônibus espacial é adiado, pois a missão deveria ter começado em 12 de fevereiro.

Os outros quatro adiamentos foram devido a problemas em uma das três válvulas do tanque externo, que registrou imperfeições na missão anterior do "Discovery", em dezembro do ano passado.

Se conseguirem resolver o problema, e se continuarem as boas condições de tempo na área do Centro Espacial Kennedy, na Flórida (EUA), o lançamento do "Discovery" com sete tripulantes a bordo aconteceria amanhã às 20h54 (21h54 de Brasília).

A decisão final será tomada esta noite durante uma reunião das máximas autoridades da Nasa, na qual serão revistas todas as medidas para impedir que ocorram novos inconvenientes, disse a agência espacial, em comunicado.

Se não for possível lançar o "Discovery" amanhã, a Nasa pode fazer uma terceira tentativa na sexta-feira, disseram fontes oficiais.

A falha que impediu o lançamento, um vazamento de hidrogênio em uma linha entre o tanque externo e o ônibus espacial, foi encontrada duas horas após o início do abastecimento de mais de 1,80 milhão de litros de hidrogênio e oxigênio líquidos nos dois compartimentos do tanque.

Até aquele momento, as condições meteorológicas eram favoráveis para o lançamento.

Também não havia problemas nas condições do tempo na base Edwards da Força Aérea, na Califórnia, assim como nos três lugares transatlânticos onde a nave poderia realizar uma aterrissagem de emergência.

Esta missão de duas semanas do "Discovery", que inclui quatro caminhadas, representará o primeiro voo de um ônibus espacial este ano.

A agência espacial americana tem prazo de até 16 de março para o lançamento do ônibus espacial, antes de fazer uma pausa durante a missão de uma nave Soyuz russa, que levará uma tripulação de substituição à ISS.

A missão do "Discovery" tem como objetivo central instalar o quarto e último conjunto de painéis solares que aumentarão o fornecimento de energia do complexo que orbita a uma altura de quase 400 quilômetros da Terra.

Esse maior fornecimento de energia permitirá aumentar o número de experimentos científicos realizados na plataforma espacial e, principalmente, aumentar para seis o número de ocupantes permanentes, a partir de maio.

Durante as quatro caminhadas, os especialistas do "Discovery" instalarão um novo segmento da viga central da estação e substituirão uma unidade do sistema de conversão de urina em água potável, que teve uma falha quando foi ativada pela primeira vez, no ano passado.

A tripulação, liderada por Lee Archambault, é integrada por Tony Antonelli, Steven Swanson, John Phillipis, Sandra Magnus e Richard Arnold.

O outro membro da tripulação é o japonês Koichi Wakata, que permanecerá na ISS até maio, quando retornará a Terra na missão do "Endeavour".

Depois da missão do "Endeavour", a frota dos três ônibus espaciais americanos, que também inclui o "Atlantis", deverá fazer outras sete visitas à ISS, além de uma missão de serviço ao telescópio Hubble.

Os ônibus espaciais serão retirados de serviço após sua última missão, em 2010, quando devem ter completado a construção da ISS.

EFE ojl/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG