Nasa envia ao espaço novo observatório de luz infravermelha

Washington, 14 dez (EFE).- A Nasa, agência espacial americana, colocou hoje em órbita o observatório Wise, que pelos próximos nove meses registrará a cada 11 segundos imagens do Universo em luz infravermelha.

EFE |

O foguete "Delta II", que levou o Wise ao espaço, decolou às 12h09 (hora de Brasília) da base aérea de Vandenberg, na Califórnia, e levou o equipamento de 675 quilogramas a uma órbita sobre os pólos a 525 quilômetros da Terra, informou a Nasa em seu site.

O Wise usará uma câmera sensível à luz infravermelha na detecção de objetos que emitem luz e calor e que não são visíveis para outros telescópios orbitais, como o Hubble.

Avaliado em US$ 320 milhões, o equipamento permitirá a criação de um mapa de todo o universo perceptível da órbita terrestre.

"A luz infravermelha é importante na astronomia porque nos mostra onde estão os objetos frios no Universo. Em infravermelho, o universo é muito diferente", disse John Morse, diretor de astrofísica da Nasa.

O Wise será especialmente útil para a detecção de objetos próximos à Terra, mas desconhecidos, como asteroides e cometas que podem apresentar um risco de colisão com o planeta.

Durante as próximas duas semanas, o Wise será alvo de inspeções e acertos. Sua primeira "tomada" do céu deve acontecer daqui a 16 dias, quando sua coberta protetora será retirada.

Daí em diante, o Wise captará quase seis mil imagens diárias do céu em luz infravermelha. A equipe responsável pela missão informou que divulgará os primeiros dados científicos em aproximadamente um mês. EFE jab/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG