Nasa diz que solo de Marte pode ser fértil

Cientistas da agência espacial americana, a Nasa, acreditam que o solo de Marte possui nutrientes suficientes para propiciar o desenvolvimento de vida. Uma análise preliminar da terra do planeta, feita pela sonda Phoenix, descobriu que o solo é mais alcalino do que se esperava e contém traços de magnésio, sódio e potássio, além de outros elementos.

BBC Brasil |

Cientistas se disseram "espantados" com a descoberta.

"Nós basicamente achamos o que parecem ser os requisitos necessários, os nutrientes, para suportar vida, seja no passado, presente ou futuro", disse o químico Sam Kounaves, da Universidade de Arizona, que participa do projeto.

Kounaves disse que ainda são necessários mais testes, mas que já se determinou que não há nada tóxico no solo.

"É o tipo de solo que você provavelmente encontraria no seu jardim, alcalino. Você poderia até plantar aspargos nele."

Plantação de aspargo

A análise foi feita em um centímetro cúbico de solo retirado de 2,5 cm abaixo da superfície de Marte. A terra foi retirada com braço robótico da sonda.

O material foi então testado com a técnica de "química úmida", que envolve misturar solo com água trazida da Terra e aquecer o material em um dos oito fornos da sonda.

A Phoenix aterrissou em Marte depois de uma viagem de dez meses. O estudo geológico do planeta vai durar três meses.

Acredita-se que o local onde a Phoenix aterrissou possa ter grandes quantidades de água abaixo da superfície.

Na semana passada, cientistas disseram que tinham certeza de que existe água no planeta. Até o momento, a sonda não detectou nenhum sinal de carbono orgânico, um outro elemento fundamental para a vida.

Leia mais sobre: Marte  

    Leia tudo sobre: nasa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG