Atlantis - Mundo - iG" /

Nasa detecta danos leves na cobertura térmica da Atlantis

Washington, 12 mai (EFE).- A nave Atlantis, que partiu na segunda-feira de Cabo Canaveral em uma missão para reparar o telescópio Hubble, sofreu danos aparentemente leves em sua cobertura térmica durante a decolagem, informou hoje a Nasa, a agência espacial americana.

EFE |

O diretor de voo, Tony Ceccacci, informou hoje em comunicado que, em uma inspeção de dez horas feita pela tripulação da "Atlantis", foram detectados arranhões em uma das placas térmicas que cobrem a nave, em uma área de 50 centímetros.

Ceccacci afirmou que, a primeira vista, o dano encontrado "parece ser menor e não representa uma preocupação", mas os especialistas precisarão ver os arranhões para verificar se a cobertura térmica da nave "está em bom estado".

A "Atlantis" segue viajando em direção ao telescópio Hubble, onde deve chegar nesta quarta, à 13h54 (de Brasília).

Nesta missão, que durará 11 dias, a tripulação deve realizar cinco jornadas de trabalhos extraveiculares para reparar ou melhorar o funcionamento do telescópio.

O Hubble, colocado em órbita em 1990 durante uma viagem da nave "Discovery", já completou mais de 97 mil órbitas em torno da Terra, e transmitiu imagens únicas do universo antes invisíveis aos telescópios terrestres.

Ao contrário dos acoplamentos com a ISS - um projeto de US$ 100 bilhões no qual participam 16 nações -, os astronautas do "Atlantis" não estarão encostados em uma base de operações, mas a nave será seu único refúgio em caso de problemas.

Isso significa que se a "Atlantis" sofrer um problema durante o lançamento ou quando os astronautas estiverem realizando sua missão no Hubble, não poderão se refugiar na Estação Espacial, que orbita a cerca de 350 quilômetros da Terra. EFE pgp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG