Nasa analisará amostra de solo marciano coletada pela Phoenix

Uma amostra de solo marciano coletada pela sonda americana Phoenix poderá ser, finalmente, analisada, depois de vários dias de tentativas frustradas, anunciaram responsáveis pela missão, nesta quarta-feira.

AFP |

"Depois de haver acionado, pela sétima e última vez o vibrador para deixar cair material suficiente na peneira situada na abertura de um dos fornos Tega (acrônimo em inglês de Therman and Evolved Gas Analyzer) (...) nos surpreendemos ao receber dados que nos indicavam que as partículas haviam começado a entrar", explicou William Boynton, membro da equipe científica, em uma entrevista coletiva.

O solo granulado do ártico marciano havia impedido, até agora, que quase todo material entrasse em um dos oito Tega da Phoenix, adiando o começo da análise.

"O problema não existe mais, e temos boas esperanças de que, amanhã, ou depois de amanhã, possamos fechar o forno (...) e começar com as análises", completou.

A análise "da amostra levará, aproximadamente, cinco dias; nos primeiros quatro, a temperatura irá aumentando progressivamente (...) de forma a identificar a água e os diferentes minerais presentes", explicou o cientista.

Tega pode aquecer materiais a até 1.000°C.

A Phoenix aterrissou no ártico do Planeta Vermelho, em 25 de maio, em uma região até então inexplorada, para começar com a busca de água e de componentes orgânicos e determinar se houve alguma forma de vida primitiva.

js/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG