Nasa adia um dia mais o lançamento da Endeavour

Washington, 12 jul (EFE).- A Nasa (agência espacial americana) atrasou hoje pela quarta vez o lançamento da nave Endeavour devido às más condições meteorológicas, minutos antes da hora prevista para sua partida com destino à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

EFE |

"A acumulação de nuvens e relâmpagos violam as normas para a decolagem", informou a agência, enquanto dentro da nave os sete tripulantes estavam prontos para iniciar uma missão de 16 dias.

A Nasa decidiu cancelar a saída pela proximidade de tempestades, que colocavam em perigo uma aterrissagem de emergência no Centro Espacial Kennedy, da Flórida, se a nave tivesse que voltar a terra.

O tempo era bom nas localidades espanholas de Zaragoza e Morón, e na francesa Istres, onde ficam as pistas de aterrissagem alternativas a Cabo Canaveral, mas no final a Nasa preferiu não se arriscar.

A agência tentará o lançamento novamente amanhã, às 22h51 (19h51, horário de Brasília).

A Nasa tem apenas até terça-feira para lançar o veículo, porque se não o fizer antes dessa data deverá esperar até o final de julho, quando um foguete não-tripulado russo que levará provisões à ISS concluirá sua missão.

A tarefa principal dos astronautas é completar a construção do laboratório japonês Kibo, que custou US$ 1 bilhão, com a instalação de uma plataforma na superfície exterior do módulo que permitirá realizar experimentos que requeiram a falta de gravidade do espaço.

A nave também leva materiais de reposição para a Estação, alimentos, água e oxigênio para os seis residentes permanentes, assim como baterias para seus painéis solares, que os astronautas devem instalar em duas das cinco caminhadas previstas.

Outro dos propósitos da missão é trazer à Terra o astronauta japonês Koichi Wakata, que voltará após uma estadia de três meses no orbitador, e deixar em seu lugar o americano Tim Kopra.

Na Estação atualmente há dois cosmonautas russos e astronautas dos Estados Unidos, Japão, Canadá e Bélgica.

Quando o Endeavour se acoplar haverá uma tripulação total de 13 pessoas, com o que se marcará o recorde de número de seres humanos em uma nave espacial ao mesmo tempo.

Com a de hoje são quatro vezes que a Nasa adiou a decolagem da "Endeavor", embora nas outras ocasiões os astronautas não chegaram a subir à nave.

A nave devia ter partido para a Estação Espacial em meados de junho, mas a saída foi postergada duas vezes porque se descobriu uma fuga de hidrogênio em seu tanque externo.

Na semana passada os especialistas da Nasa puseram a toda prova os consertos realizadas e concluíram que o problema estava resolvido.

Sexta-feira 11 raios caíram na plataforma de decolagem, por isso que a agência decidiu adiar o lançamento previsto para sábado para garantir que não havia nenhum tipo de dano.

Com uma altura de 56 metros e rodeado de uma estrutura de metal, a nave atrai a eletricidade atmosférica, por isso que a queda de raios, frequentes no verão da Flórida, é algo comum.

No entanto, nunca recebeu um impacto direto porque a plataforma conta com pararraios.

Mesmo assim, a Nasa quis se assegurar que a passagem da eletricidade não tinha interferido com os sistemas eletrônicos da nave.

O comandante da missão é Mark Polansky, um veterano de duas viagens espaciais, e pilotará a nave o novato Doug Hurley.

Além de Kopra, completam a tripulação os especialistas Dave Wolf, Christopher Cassidy, Tom Marshburn e a astronauta canadense Julie Payette. EFE cma/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG