Nasa adia lançamento do Discovery para quarta-feira

Especialistas precisam regular vazamento de hélio e nitrogênio em uma peça da nave

EFE |

A Nasa adiou neste sábado, dia 30, o lançamento do Discovery para a próxima quarta-feira, já que os especialistas demorarão mais que o previsto para regular um vazamento de hélio e nitrogênio em uma peça da nave. "Atualmente estamos em bom caminho para conseguir", disse o diretor de testes da Nasa, Jeff Spaulding.

O lançamento foi programado para quarta-feira, 3 de novembro, às 15h52 hora local (17h52 no horário de Brasília). O Discovery sairá em sua última missão do Centro Espacial John F. Kennedy, na Flórida. A Nasa detectou um vazamento de hélio e nitrogênio na área de pressurização do sistema de manobra orbital direito da nave, que a obrigou, na sexta-feira, a adiar o lançamento que inicialmente estava previsto para 1º de novembro. No entanto, segundo Spaulding, a Nasa tem uma margem de até domingo, 7 de novembro, para efetuar a operação.

O Discovery viajará à Estação Espacial Internacional (ISS) na missão STS-133, para levar um módulo de armazenamento e suprimentos. Além dos seis tripulantes viajará o androide Robonaut 2, conhecido como R2, que ficará como um membro a mais da Estação Espacial. Durante os 11 dias que durará a missão, os astronautas realizarão duas caminhadas espaciais. O comandante Steve Lindsey, o piloto Eirc Boe e os especialistas de missão Alvin Drew, Tim Kopra, Michael Barratt e Nicole Stott compõem a missão STS-133.

A probabilidade de que as condições meteorológicas sejam favoráveis para o lançamento é de 70%, segundo a meteorologista da Nasa, Kathy Winters. As principais preocupações são as nuvens baixas e a possibilidade de chuva a 32 quilômetros da pista do Centro espacial, de onde partirá e aterrissará a nave.

    Leia tudo sobre: NasaDiscoveryespaço

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG