Napolitano abre caminho a projeto que concede imunidade a autoridades

Roma, 2 jul (EFE) - O presidente da República da Itália, Giorgio Napolitano, deixou o caminho livre para que o Parlamento estude o projeto de lei que concede imunidade às principais autoridades do Estado, incluindo o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi.

EFE |

Dessa forma, segue em frente a pretensão de Berlusconi de se blindar frente aos juízes pelos processos que possui abertos, como tentou em seu anterior mandato, sem sucesso, já que a proposta não foi aprovada pelo Tribunal Constitucional.

A decisão de Napolitano de enviar o projeto de lei ao Parlamento se baseia na estimativa de que a nova norma corrige os pontos que levaram à sua declaração de inconstitucionalidade.

A atitude de Napolitano de deixar o caminho livre ocorreu no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados examinou a emenda às medidas de segurança que suspenderão, por enquanto, os processos por crimes anteriores a 2002 e punidos com menos de dez anos de prisão.

Entre esses processos - cem mil, segundo as associações de juízes- figura um contra Berlusconi por corrupção, pelo qual o chefe do Governo teria supostamente pagado uma testemunha para que prestasse falso depoimento em outros dois processos nos quais o magnata da televisão foi absolvido.

Durante o debate da emenda, aprovada na semana passada no Senado, o ex-juiz Antonio Di Pietro, chefe do partido Itália dos Valores (IDV) e um dos líderes mais destacado da oposição, disse que a Itália se encaminha rumo à ditadura. EFE alg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG