Não usar casaco de pele vale chocolate quente na posse de Obama

Washington, 18 jan (EFE).- A ONG People for the Ethical Treatment of Animals (Peta) vai distribuir milhares de litros de chocolate quente durante a posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, para as pessoas que não usarem casacos de pele nas celebrações.

EFE |

A Peta disse que vai instalar vários quiosques para que as pessoas possam beber chocolate quente de graça durante as celebrações da posse em Washington.

Com isso, a ONG espera desencorajar os que estarão na capital americana nos próximos dias a usar casacos de pelo, em uma época em que a temperatura não deve superar os 10 graus abaixo de zero.

A Peta confeccionou ainda copos que serão usados na distribuição dos chocolates quentes com a frase "obrigado por não usar peles".

A ONG informou também que pretende reunir casacos e outros agasalhos feitos com pele de animais que forem doados por "aqueles que experimentaram uma mudança em seu coração" e decidiram deixar de usar peles.

Tudo que for recolhido pela Peta será distribuído entre os moradores de rua da capital americana, porque "estas são as únicas pessoas com um motivo real para usar peles".

A ONG espera muito do novo Governo dos Estados Unidos. Em comunicado divulgado ontem, afirmou que "a Administração Obama vai cuidar e compartilhar, e ele (o presidente eleito) já demonstrou que isso inclui cuidar dos animais e compartilhar com outros".

Segundo a Peta, os moradores de rua "ficam felizes com qualquer agasalho que receberem, porque lhes ajuda a permanecer quentes, mas quando uma pessoa com recursos e opções escolhe usar peles, isso só significa que tem o coração frio".

A organização também aproveitou a vitória de Obama para lançar campanhas alusivas ao triunfo do homem que vai se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

Em uma referência ao principal slogan do democrata em sua campanha, "Yes We Can" (Sim, nós podemos), a Peta lançou recentemente a proposta "Yes We Can - Go Vegetarian" (Sim, nós podemos virar vegetarianos).

"Em um momento de mudança histórica para o nosso país, por que não considerar realizar grandes mudanças para os animais também? Diga 'sim, nós podemos' nos tornar vegetarianos em 2009", disse o organismo em sua página oficial.

A Peta sigla que em português significa "Pessoas pelo tratamento ético dos animais", foi fundado em 1980, e conta com mais de dois milhões de membros e simpatizantes em todo o mundo, segundo sua página oficial.

Seu principal lema diz que "os animais não são nossos para comer, vestir, usar em experiências ou para entretenimento". EFE mla/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG