Não há evidências para elevar alerta sobre pandemia, diz OMS

GENEBRA (Reuters) - Não há evidências para sugerir que a Organização Mundial da Saúde (OMS) deva elevar seu alerta de pandemias para o nível mais alto devido ao surto de gripe suína, disse um alto funcionário da entidade na quinta-feira. Keiji Fukuda, diretor-geral assistente da OMS, disse a jornalistas que a fabricante de medicamentos suíça Roche indicou que está acelerando a produção do Tamiflu para tratamento da doença.

Reuters |

Na quarta-feira, a OMS elevou seu nível de alerta para pandemias para a fase 5, em uma escala de 1 a 6, indicando que uma epidemia global é iminente.

"Hoje essa evidência permanece firme", disse Fukuda.

A cepa H1N1 surgiu no México e já causou a morte de até 176 pessoas no país.

(Reportagem de Jonathan Lynn, Stephanie Nebehay e Laura Macinnis)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG