Imprevisível saber se fronteiras de Israel continuarão tranquilas com avanço de militantes islâmicos sunitas no Iraque e Síria

Por enquanto, as fronteiras de Israel estão mantidas em tranquilidade. Mas é imprevisível se assim continuarão. Grupos islâmicos extremistas sunitas estão cada vez mais agressivos e bem preparados. Atacam onde encontram abertura.

Baiji: Tropas disputam com milícia sunita controle de refinaria no Iraque

Milícia sunita:  Conheça o Estado Islâmico do Iraque e do Levante

O Iraque está próximo de uma nova guerra civil. Opera no país, além da Síria, o Estado Islâmico do Iraque e do Levante  (EIIL), dissidência da Al-Qaeda que tem como objetivo reestabelecer o califato, reino muçulmano.

Veja imagens da crise no Iraque:

O Iraque, de onde o governo de Barack Obama retirou as tropas americanas em 2011 , os choques estão sendo violentos. O EIIL já domina várias cidades importantes, inclusive áreas produtoras de petróleo. Também tem sucesso lutando na Síria.

O objetivo é desestabilizar os governos existentes para substituí-los por um Estado sob as leis muçulmanas. Agora, com o domínio de áreas petrolíferas, não faltarão recursos para adquirir todas armas possíveis, via mercado negro. Na Síria, a vitória eleitoral de Bashar al-Assad não significa suspensão da guerra civil.

Domingo: Milícia no Iraque divulga fotos de supostas execuções em massa

O grupo em atividade mais agressivo, vindo da Al-Qaeda, ataca com extrema crueldade. Seu esforço de guerra concentra-se contra a população xiita, majoritária no Iraque. O governo iraquiano clama pelo socorro dos EUA.

***Colaboração de Nelson Burd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.