Nações envolvidas na questão nuclear iraniana retomam reunião em Genebra

Genebra, 19 jul (EFE).- As conversas entre as potências envolvidas na negociação da questão nuclear iraniana foram retomadas esta tarde na Prefeitura de Genebra, depois que representantes de Europa, Estados Unidos e Irã fizeram uma pausa para o almoço.

EFE |

A reunião é dirigida pelo alto representante para Política Externa e Segurança Comum da União Européia (UE), Javier Solana, pelo principal negociador iraniano no âmbito nuclear, Saeed Jalili, e conta com participação de representantes de França, Reino Unido, China, Rússia, Alemanha e, pela primeira vez, dos EUA.

A presença do subsecretário de Estado para Assuntos Políticos, William Burns, que ocupa o terceiro lugar na hierarquia da diplomacia americana, gerou grande expectativa em relação à reunião.

No entanto, Washington esclareceu que Burns só estará presente e não participará formalmente das discussões, nas quais se espera que Jalili dê a resposta final de seu Governo à mais recente proposta do Grupo dos Seis.

Fontes próximas às delegações disseram que, durante o almoço, o enviado americano se sentou, em companhia de diplomatas europeus, em uma mesa à parte da de Solana e Jalili.

A última oferta que o Irã recebeu inclui a novidade de abertura de um período de pré-negociação, durante o qual o Irã poderia continuar com o enriquecimento de urânio no nível atual, mas se comprometeria a não iniciar novas centrífugas.

Em troca, as seis potências não adotariam novas sanções contra Teerã.

Posteriormente, começaria uma fase de negociações formais, durante as quais Teerã aceitaria deter temporariamente suas atividades nucleares.

O Governo de Teerã afirma que o enriquecimento de urânio tem como único objetivo a produção de energia, mas o Ocidente teme que sua intenção seja a de se dotar de poder atômico.

Dias antes desta reunião, mencionou-se insistentemente a possibilidade de um acordo para criar um Escritório de Interesses dos EUA em Teerã (assim como em Cuba), mas um dos membros da delegação iraniana disse hoje no início do encontro que o Governo não tinha recebido solicitação a respeito. EFE is/wr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG