Na Índia, dois naufrágios deixam pelo menos 30 mortos

NOVA DÉLHI - Pelo menos 30 pessoas morreram, a maioria delas mulheres e crianças, e outras 40 permanecem desaparecidas, depois que as embarcações nas quais viajavam afundaram, ao retornarem de um festival religioso no norte da Índia, informou nesta terça-feira uma fonte policial.

Redação com agências internacionais |

Segundo a fonte, citada pela agência "Ians", 21 pessoas morreram ontem à noite quando uma embarcação afundou no Rio Bagmati, na altura do distrito de Khagaria, no estado de Bihar.

As vítimas retornavam a suas casas após comemorarem o fim do festival hindu de Durga Puja, com o qual se honra a deusa da força e da vitória.

A barca tinha uma capacidade estimada para 30 pessoas, mas transportava 80 no momento do acidente, principalmente mulheres e crianças.

"Até agora, recuperamos 21 corpos. Outros 15 passageiros conseguiram se salvar nadando ou foram resgatados, mas quase 40 pessoas seguem desaparecidas", disse um funcionário do distrito.

Segundo outra fonte oficial, as esperanças de encontrar o restante dos passageiros com vida são remotas, já que se passaram mais de 12 horas desde o registro do acidente.

Em um caso similar, pelo menos nove pessoas morreram e uma está desaparecida depois que a embarcação na qual viajavam tombou no Rio Kossi, no distrito de Darbhanga.

Outras oito pessoas foram resgatadas ou conseguiram chegar a lugares seguros a nado.

O chefe do governo regional de Bihar, Nitish Kumar, anunciou uma que fornecerá uma compensação de 150 mil rúpias (US$ 3.100) para as famílias dos falecidos.

* Com EFE

Leia mais sobre naufrágio

    Leia tudo sobre: naufrágio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG