Na Colômbia, deputado britânico é parado por suspeita de cocaína

LONDRES (Reuters) - Um membro do parlamento inglês que fazia caminhada esportiva pela selva da Colômbia foi parado num ponto de checagem militar e forçado a comer o pó branco para café que carregava na mochila, pois os soldados pensaram que a substância era cocaína. Michael Fabricant caminhava pela América do Sul com um amigo, quando os dois foram parados por um grupo de homens armados vestidos com uniformes camuflados.

Reuters |

Os soldados encontraram um recipiente cheio de creme em pó para café -- uma espécie de leite em pó -- dentro de suas mochilas e imediatamente suspeitaram de que fosse droga.

'Para demonstrar que não era cocaína, tive de pegar uma porção inteira do pó e lançar garganta abaixo', disse o membro conservador por Lichfield à TV BBC.

'Eles esperaram vários minutos para ver se eu passava mal ou delirava e disseram algo completamente ridículo como 'Gordon Brown tem uma personalidade ótima'.

'Como eu não disse nada muito estranho, eles chegaram à conclusão de que não era droga e me deixaram ir', acrescentou.

(Por Peter Griffiths)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG