Atenas, 31 jan (EFE).- O presidente grego-cipriota, Dimitris Christofias, afirmou hoje em Nicósia, onde é oferecido um jantar de gala ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que ainda há um longo caminho para superar o conflito entre gregos e turcos no país.

"Após um ano e meio de negociações chegamos a um ponto em que é necessária maior convergência em diversos capítulos para que seja aberto o caminho para uma solução", disse o presidente.

Ban chegou hoje à capital do Chipre com o objetivo de impulsionar as negociações de paz entre as partes de modo a conseguir finalmente uma reunificação da ilha.

Para amanhã, Ban deve ter reuniões separadas e conjuntas com Christofias e com o presidente da parte turca da ilha, Mehmet Ali Talat.

Ao chegar ao aeroporto internacional de Larnaca, Ban declarou que "o destino está nas mãos dos cipriotas e que eles devem levar a paz à ilha".

A imprensa cipriota considera que a visita de Ban é uma tentativa de estimular os dois grupos a chegar a um acordo antes de abril, quando estão previstas as eleições presidenciais na parte turca da ilha.

O Chipre está dividido desde 1974, quando tropas turcas invadiram e ocuparam 37% da parte norte da ilha.

Apesar da divisão, a República do Chipre entrou em 2004 na União Europeia, da qual ficou excluída a parte turca. EFE afb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.