enlouqueça - Mundo - iG" /

Na África do Sul, Chávez pede que direita paraguaia não enlouqueça

Caracas - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, pediu nesta terça-feira, na África do Sul, que a extrema-direita do Paraguai não enlouqueça nem tente derrubar seu chefe de Estado, o recém-empossado Fernando Lugo.

EFE |

A posição de Chávez foi manifestada por uma nota da assessoria de imprensa do Palácio de Miraflores, sede do Governo venezuelano.

"Estamos com o Paraguai. Qualquer atentado contra a democracia paraguaia será um atentando contra a Venezuela. Ratificamos nosso compromisso e exigimos e pedimos à extrema-direita paraguaia que não enlouqueça", disse Chávez.

A posição do governante venezuelano é uma resposta à denúncia feita por Lugo nesta segunda-feira, quando acusou a direita de seu país de conspirar para derrubá-lo.

"É preciso denunciar o culpado de tudo isto, que é o império dos Estados Unidos em seu afã de dominar o mundo, em seu afã de dominar o continente", acrescentou Chávez no comunicado.

O presidente venezuelano recomendou aos conspiradores que não retomem "os velhos caminhos (...) de ditadores amparados e apoiados por embaixadas estrangeiras", porque, segundo disse, "não conseguirão".

Chávez disse ainda que qualquer plano golpista fracassará porque os povos latino-americanos "acordaram" e "levantaram a bandeira da libertação e da paz".

Leia mais sobre: Chávez

    Leia tudo sobre: chávezlugoparaguai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG