MySpace lança plataforma musical com Universal, Sony BMG e Warner

San Francisco, 3 abr (EFE) - A rede de relacionamentos sociais na internet MySpace anunciou hoje o lançamento, junto a três das quatro maiores gravadoras do mundo, de uma plataforma musical que pretende concorrer com serviços semelhantes da Apple e da Amazon.

EFE |

Chris DeWolfe, executivo-chefe do MySpace, disse que o novo serviço, chamado MySpace Music, será introduzido este ano e que permitirá a seus usuários tanto ouvir música como ver vídeos gratuitos como comprá-los.

O MySpace Music é uma aliança entre a rede social e as gravadoras Universal Music Group, Sony BMG e Warner Music Group.

A EMI, outra grande líder do setor, não participa do projeto.

A plataforma gerará receita com a venda de músicas, publicidade, entradas para shows, artigos promocionais e toques para celular.

A companhia não divulgou os termos do acordo ou o preço das músicas oferecidas pelo site.

DeWolfe disse que o MySpace Music "é o primeiro serviço que oferece um catálogo completo de música de graça" e destacou que proporciona vários serviços voltados à comunidade, como a possibilidade de compartilhar listas de canções.

Os usuários poderão escolher entre apenas ouvir as músicas em seu computador -serviço que será financiado com publicidade- ou pagar para baixá-las em um reprodutor de mp3.

O MySpace confirmou que as músicas serão compatíveis com o iPod, o popular reprodutor de mp3 da Apple.

Este serviço deseja se transformar em um sério concorrente da loja de música virtual iTunes da Apple, que já vendeu quatro bilhões de canções e é a segunda maior distribuidora musical dos Estados Unidos, após a rede Wal-Mart.

Segundo analistas, o iTunes foi a chave do sucesso do iPod, que já vendeu mais de 110 milhões de unidades no mundo todo.

Contra a lógica econômica que funciona em outros setores, a Apple não ganha dinheiro com a música vendida no iTunes - US$ 0,8 dos US$ 0,99 que custa cada canção vão para o pagamento de direitos autorais -, mas sim com a distribuição do iPod. EFE pg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG