Mutação de gene pode explicar porque alguns dormem menos

A mutação de um gene poderia explicar porque algumas pessoas precisam dormir menos que outras, revela um estudo publicado nesta quinta-feira pela revista Science.

AFP |

Uma equipe de pesquisadores, liderada por Ying-Hui Fu, professora de neurologia da Universidade da Califórnia, descobriu durante um amplo estudo sobre o sono um gene mutante, presente em mãe e filha que precisavam dormir apenas seis horas por noite.

"A equipe identificou uma mãe e uma filha que durante toda a vida tiveram menos necessidade de dormir que a maioria dos indivíduos", destacou a professora.

O tempo médio de sono necessário a cada indivíduo é de entre 8 e 8 horas e meia.

A análise de um gene, o DEC2, conhecido por regular os ciclos do sono, apresentou mutações nas duas mulheres.

Para confirmar sua hipótese, os investigadores introduziram este gene mutante no organismo de ratos e observaram seu sono: "Os ratos dormiam menos (...) e tinham menos necessidade de descansar quando eram privados do sono", destacou Fu.

Segundo a pesquisadora, o gene DEC2 "pode estar envolvido unicamente na modulação da quantidade de sono e no processo de ser manter desperto".

"O caso dos ratos nos permitirá estudar de maneira mais precisa se há outros comportamentos e outras condições fisiológicas associadas a este sono curto", conclui a principal autora do estudo.

vmt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG