Músico toca para taxista que devolveu violino de US$ 4 mi

Um conhecido violinista americano que deixou um violino de 285 anos em um táxi nos Estados Unidos fará uma apresentação ao motorista que devolveu o instrumento. Philippe Quint fará a apresentação de 30 minutos nesta terça-feira no estacionamento de táxis do aeroporto Newark Liberty Internacional.

BBC Brasil |

Quint deixou o violino - um Kiesewetter Stradivarius de 1723 avaliado em US$ 4 milhões (cerca de R$ 6,6 mi) - em um táxi que pegou no aeroporto depois de retornar de uma apresentação em Dallas, no mês passado.

O motorista, Mohamed Khalil, entrou em contato com o violinista no dia seguinte para devolver o instrumento.

Khalil, um imigrante egípcio, recebeu uma recompensa de US$ 100 do violinista e também uma medalha da prefeitura de Newark.

Além da apresentação no aeroporto, Khalil e a família também receberam ingressos para o próximo concerto de Quint em Nova York, no Carnegie Hall, em setembro.

O violino foi feito pelo italiano Antonio Stradivari e pertenceu ao compositor alemão do século 18 Christophe Kiesewetter.

Em 2006, a Sociedade Stradivari organizou o empréstimo do instrumento - que pertence ao casal Clement e Karen Arrison - para Quint, que já foi indicado para um Grammy.

Depois de deixar o violino no táxi, Quint havia telefonado para a polícia e as autoridades portuárias de Nova York e Nova Jérsei.

Khalil ficou sabendo que o músico estava à procura do instrumento, percebeu que havia sido deixado em seu carro e foi colocado em contato com Quint.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG