Músico é detido na Argentina acusado de pôr fogo na namorada

Buenos Aires, 10 fev (EFE).- O baterista do grupo de rock argentino Callejeros, Eduardo Vázquez, foi detido hoje acusado de atear fogo na namorada, Wanda Taddei.

EFE |

Segundo o chefe do setor de emergência do hospital onde os dois tiveram que ser atendidos, Alberto Crescenti, a situação de Wanda é muito grave já que ela teve 60% do corpo queimado.

Eduardo Vázquez chegou com a namorada ao hospital e ali foi detido. O baterista foi atendido com queimaduras superficiais nas mãos.

Segundo o médico, o músico teria jogado álcool na mulher e depois posto fogo nela.

Em 2004, a banda Callejeros tocava em uma discoteca de Buenos Aires no momento do incêndio que matou 193 pessoas, entre elas a mãe do baterista.

Cinco anos depois, os integrantes da banda foram absolvidos no julgamento que condenou a 20 anos de prisão o gerente do estabelecimento e a 18 o ex-agente do Callejeros. EFE ea/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG