Música sobre Obama gera polêmica no Partido Republicano

Washington, 29 dez (EFE).- A crise vivida pelo Partido Republicano nos Estados Unidos se intensificou nos últimos dias pela decisão de um líder da legenda de celebrar o Natal com uma canção sobre o presidente eleito, Barack Obama.

EFE |

A música, uma paródia da canção popular americana "Puff, the magic dragon", fala da ascensão de Obama e é cantada por um imitador do reverendo Al Sharpton.

A canção, intitulada "Barack, the magic negro", foi escolhida pelo ex-governador do Tennessee e ex-diretor da campanha presidencial de Mike Huckabee, John "Chip" Saltsman, que, além disso, pretender assumir a Presidência de seu partido.

As reações não demoraram a aparecer. O atual presidente do Comitê Nacional Republicano, Robert M. Duncan, disse estar "comovido" e "horrorizado" com a decisão de Saltsman de enviar esse CD a algumas emissoras de rádio conservadoras, que se apressaram a tocá-lo.

Queixas também vieram do presidente do partido republicano da Flórida, Jim Greer, que disse se sentir "decepcionado com as palavras inapropriadas e as ações" vistas nos últimos dias.

"Estou orgulhoso dos líderes do partido que se opuseram a esta iniciativa", frisou.

Apesar das críticas, Saltsman defendeu sua decisão, ao assegurar que era sua maneira de "rejeitar as ânsias por escândalo da imprensa". EFE pgp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG