Musharraf cancela visita a Pequim por temer destituição

Islamabad, 6 ago (EFE).- O presidente paquistanês, Pervez Musharraf, decidiu hoje cancelar sua visita à China para assistir à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, devido à atmosfera política do Paquistão.

EFE |

Nesta terça-feira, os partidos do Governo debateram a possibilidade de destituí-lo.

"Até ontem eu tinha claro (que compareceria), mas devido ao desenvolvimento das conversas desta terça, e à atmosfera política, o presidente comunicou que não irá a Pequim", disse à Agência Efe o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores paquistanês, Muhammad Sadiq.

Os líderes do Partido Popular (PPP, governamental), Asif Zardari, e da Liga Muçulmana-Nawaz (PML-N), Nawaz Sharif, realizaram uma longa reunião na qual teriam discutido, sobretudo, a imediata saída de Musharraf do poder como passo prévio à resolução de outros assuntos em disputa.

O encontro tem hoje uma segunda parte, novamente na residência de Zardari, na capital.

Também participarão dessa reunião líderes dos partidos minoritários da coalizão governista. EFE igb/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG