Museu japonês exibe esculturas de fita adesiva

O Museu de Arte Nerima, que foi construído nas bases da primeira fábrica produtora de fita adesiva do Japão, a Nichiban, está abrigando uma exposição dedicada ao material. São cerca de 50 esculturas e trabalhos do artista japonês Ryo Sehata, de 34 anos, compostas apenas da fita adesiva.

BBC Brasil |

À distância, muitas obras parecem ter sido feitas de algum líquido orgânico que teria se solidificado depois.

O artista diz que quando começa o longo processo de colar os pedaços de fita uns nos outros não tem muita idéia da obra final.

Um dos trabalhos, por exemplo, começou como uma pequena bola de fita em 2006.

Dois anos e 4 mil rolos de fita depois, Sehata calcula ter enrolado 140 km de fita adesiva para criar sua arte.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG