Museu de Londres inaugura ala em forma de casulo

O Museu de História Natural de Londres inaugurou nesta segunda-feira uma ala na forma de um casulo dedicada ao pesquisador britânico Charles Darwin, o pai da Teoria da Evolução. A estrutura, chamada de Cocoon (casulo, em inglês), vai abrigar material coletado de 17 milhões de espécies de insetos e de três milhões de espécies de plantas.

BBC Brasil |

O museu diz que mais de 200 cientistas vão trabalhar dentro do prédio ovalado de oito andares, e o público poderá vê-los trabalhando através de janelas de vidro reforçado.

Alguns dos pesquisadores estarão disponíveis para contar o que estão fazendo aos visitantes por meio de um sistema de comunicação acionado por um botão.

O visitante poderá conhecer detalhes sobre como as asas de um inseto estão sendo mapeadas, sobre a descoberta de novas espécies e sobre como é decidido o nome que elas recebem.

O equipamento para análise de DNA e informações sobre técnicas de fotografia de alta definição de plantas secas também estarão ao alcance da curiosidade do visitante.

Haverá ainda uma parede com 12 metros de comprimento com telas que mostram filmes e gráficos interativos que destacam a mudança do clima na Terra e como a pesquisa realizada no museu ajuda os esforços globais para entender a mudança.

Os administradores do museu esperam receber até 2,5 mil visitantes por dia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG