Município da Califórnia quer multar em US$ 250 alunos que faltarem aulas

Los Angeles (EUA), 3 abr (EFE) - A Prefeitura de Oceanside, na Califórnia, sugeriu eliminar as faltas dos estudantes nos colégios e prepara uma lei para multar em US$ 250 os alunos que não compareçam às aulas, informaram hoje veículos de comunicação locais.

EFE |

As multas poderão ser comutadas se o estudante aceitar realizar serviços comunitários.

As autoridades desta localidade californiana acordaram em primeira votação seguir em frente com a sanção econômica que já tinham anunciado para desencorajar as ausências nas salas de aula.

Na quarta-feira, a equipe de Governo aprovou com grande maioria esta futura ordem municipal que começará a ser aplicada em meados de maio, se for ratificada em segunda votação.

A lei permitirá à Polícia multar os estudantes que estejam nas ruas quando deveriam estar tendo aula.

Até agora, os agentes que encontravam jovens fora da escola em horário letivo se limitavam a escoltar o aluno até o colégio ou a sua casa, uma medida inútil, segundo a Polícia.

"O problema é que não é um método efetivo, portanto o departamento pressionou para que fossem aplicadas multas", disse o sargento Jeff Brandt.

A Polícia de Oceanside confia em que com a entrada desta regra caiam o número de crimes cometidos durante o dia. EFE fmx/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG