Mundo teve 42 milhões de refugiados e deslocados em 2008, diz ONU

WASHINGTON - O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) registrou 42 milhões de refugiados e deslocados no mundo no ano passado, informou nesta terça-feira o principal responsável da entidade, António Guterres.

Redação com agências internacionais |

Este número inclui 15,2 milhões de refugiados, 827 mil pessoas que buscam asilo e 26 milhões de deslocados internos dentro de seus próprios países por causa de conflitos armados.

O principal responsável da ONU para os Refugiados apresentou o relatório anual "Global Trends 2008" em entrevista realizada em Washington.

Cerca de 80% dos refugiados são de países em desenvolvimento, que são, por sua vez, os que têm mais deslocados internos. O documento ressalta que, durante 2008, houve uma redução de 700 mil deslocados e refugiados em relação ao ano anterior.

No entanto, apesar dessa leve melhora, o Acnur afirma que a queda não compensa os novos deslocados detectados no acumulado do ano. "Em 2009, vimos um número considerável de novos deslocados em Paquistão, Sri Lanka e Somália", afirmou Guterres.

Além disso, advertiu de que "enquanto alguns deslocamentos devem ser curtos, outros podem durar anos e inclusive décadas a ser resolvidos". Como exemplo ele citou os casos de Colômbia, Iraque, a República Democrática do Congo e Somália.

Guterres explicou que foram detectados 29 grupos diferentes de 25 mil pessoas ou mais refugiados distribuídos em 22 países distintos, que estão no exílio há mais de 5 anos e cujos conflitos não têm uma solução à vista.

Leia mais sobre refugiados

    Leia tudo sobre: refugiados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG