Mundo precisará se vacinar contra gripes comum e H1N1, diz OMS

GENEBRA (Reuters) - O mundo provavelmente precisará fabricar continuamente vacinas tanto contra a influenza comum quanto contra a nova gripe H1N1, disse a chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira. A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, disse que será importante para a indústria farmacêutica manter a produção das doses da vacina contra a gripe sazonal comum porque a doença causa sintomas graves em 2 a 3 milhões de pessoas por ano, matando até 500 mil.

Reuters |

"Nós estamos nos movendo nessas duas direções para assegurar alguma segurança para a vacina sazonal e ao mesmo tempo dar o pontapé inicial nos primeiros trabalhos científicos para a vacina pandêmica", disse Chan, afirmando que uma versão enfraquecida do vírus H1N1 para ser usada em vacinas deve estar pronta até o final do ano.

A OMS deve fazer uma recomendação "em breve" sobre a melhor proporção para a produção dessas duas vacinas, disse Chan. Produtores de vacina incluem a GlaxoSmithKline, Sanovi-Aventis, Novartis e Baxter International.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG