Amigos de longa data, Matt e Michael se casaram para que um pudesse deixar a casa de herança para o outro gratuitamente; cerimônia foi ontem

Mesmo héteros, melhores amigos se casam na Irlanda – você faria isso para poupar dinheiro?
Reprodução/Irish Times - Collins Dublin
Mesmo héteros, melhores amigos se casam na Irlanda – você faria isso para poupar dinheiro?

Para economizar cerca de R$ 200 mil em taxas, dois amigos homens e heterossexuais decidiram se casar na Irlanda. A cerimônia foi realizada nesta sexta-feira (22), em Dublin .

Leia também: Irlanda tenta desvendar mistério das esculturas de mulheres com "vulva saliente"

A história desses amigos recém-casados é de muito amor – fraterno, no caso. Matt Murphy, 83, conhece Michael O'Sullivan, 58, há 30 anos. Hoje, o mais novo trabalha como cuidador do mais velho, em sua casa, na Irlanda .

Melhores amigos , O'Sullivan foi abrigado na casa de Murphy depois que se divorciou e ficou sem um teto onde morar. A ideia foi boa para ambos, já que Murphy sofre de arterite temporal, uma doença inflamatória nos vasos sanguíneos, e precisava de auxílio em casa.

Sem poder arcar com os custos do serviço de cuidador, Murphy fez então um acordo com o amigo: deixaria-lhe sua casa de herança, como pagamento pelos anos trabalhados.

O problema é que, ao consultar os serviços oficiais irlandeses, a dupla descobriu que esse processo de mudança na escritura para alguém que não é da família do proprietário custaria R$ 198 mil. Isso só em taxas.

Sabendo do caso, uma amiga brincou dizendo que eles deveriam se casar para poupar esse valor. E a brincadeira virou verdade.

Leia também: 'Fumaça de fábrica de viagra está causando ereções', alegam moradores de vila

"Uma noite, ele chegou e me contou a ideia da nossa amiga. Foi quando eu disse que me casaria com ele, sem nenhum problema", contou O'Sullivan, ao jornal Irish Times .

O casamento

A cerimônia ocorreu no antigo Sir Patrick Dun's Hospital, uma unidade de saúde datada de 1808, localizada no centro de Dublin.

Além disso, o casório foi comemorado com pints de Guinness e uma boa refeição – no maior estilo irlandês – no bar Gasworks, próximo do hospital.

Após a cerimônia matrimonial, O'Sullivan elogiou a bondade do amigo e aproveitou para homenagear a comunidade LGBT no país.

"Um brinde à igualdade e aos gays e lésbicas, que lutaram muito, foram discriminados durante a maior parte de suas vidas, mas que vêm conquistando seus direitos no país", disse.

Leia também: Grande oferta: pênis de marfim do século XIX vai a leilão na Irlanda

Por fim, O'Sullivan disse à imprensa que acompanhava o evento na Irlanda: "Eu amo Matt e ele me ama, como amigos". Ele já foi casado e é pai de três filhos. Porém, Murphy jamais havia se casado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.