Cliente prepara comida após achar funcionário de lanchonete dormindo na cozinha

Depois de esperar por 10 minutos para ser atendido, Alex Bower decidiu investigar a ausência de funcionários e ficou surpreso com o que encontrou
Foto: Reprodução/Facebook Alex Bowen
O americano percebeu que os funcionários da lanchonete estavam dormindo, então resolveu faze seu próprio lanche


O americano Alex Bowen, de 36 anos, ficou muito surpreso ao fazer uma visita a uma franquia da lanchonete Waffle House. Depois de esperar 10 minutos para ser atendido, ele decidiu entrar na cozinha do estabelecimento em busca de alguém para lhe receber. Foi quando Bowen encontrou o funcionário do local adormecido e teve uma ideia inusitada.

Leia também: Casal tenta passar pelo aeroporto carregando 200 baratas vivas em bagagem de mão

De acordo com o portal UPI , o caso aconteceu na cidade de West Columbia, no estado americano da Carolina do Norte, às três horas da manhã da última quinta-feira (30). Com muita fome e criatividade, o americano decidiu que mesmo a ausência de funcionários acordados na lanchonete não atrapalharia os seus planos.

Bowen se familiarizou com todos os equipamentos da cozinha e começou a preparar sua própria comida. “O funcionário não acordou durante todo o tempo. E ninguém entrou no restaurante”, o americano declarou ao portal. Depois de comer seu lanche, o homem limpou a cozinha e voltou no dia seguinte para pagar pelo consumo da noite anterior.

A Waffle House entrou em contato com o ‘espertinho’ e lhe ofereceu um trabalho como cliente oculto da empresa. Porém, a rede de restaurantes também salientou que a prática de Bowen não é recomendada.

“Por questões de segurança, nossos consumidores não devem ultrapassar o balcão de atendimento. Nós estamos analisando este incidente e vamos tomar as medidas disciplinares apropriadas. Além disso, Alex possui algumas habilidades culinárias, e nós gostaríamos de falar com ele sobre um emprego, já que nós podemos ter algo para ele”, explicou em nota.

Hábitos peculiares nos EUA

Se Bower pagou pela comida que consumiu na Waffle House, um incidente parecido em Washington D.C, capital dos Estados Unidos, virou caso de polícia quando o "cliente" não pagou a conta. O departamento de polícia local, inclusive, ofereceu uma recompensa de US$ 1 mil (R$ 3,5 mil) para quem fornecesse pistas sobre um homem que invadiu um restaurante e fez uma refeição.

O caso aconteceu em 2016,  quando câmeras de segurança registraram o criminoso andando pelo estabelecimento e falando ao celular enquanto prepara dois hambúrgueres durante a madrugada, em um restaurante de uma rede de fast food. Em nenhum momento, ele se preocupa em esconder o rosto.

Leia também: Esquilo é 'acusado' de estragar luzes de árvore de Natal e gera confusão nos EUA

Até meados de abril do ano passado, as autoridades ainda não tinham identificado o responsável pelo 'roubo' na lanchonete americana .

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2017-12-04/lanchonete.html