Por mais que o mistério sobre o círculo luminoso abra espaço para teorias sobre aliens, alguns testes militares podem ser a explicação para o fenômeno

Na Sibéria, um acontecimento misterioso levou os russos a questionarem: será que os alienígenas estão aqui?
Reprodução/Alexey Yakovlev - Siberian Times
Na Sibéria, um acontecimento misterioso levou os russos a questionarem: será que os alienígenas estão aqui?


Imagens registradas por moradores da Sibéria, no norte da Rússia, exibem uma aurora boreal junto de um misterioso círculo no céu da última quinta-feira (26). Sem saber a origem do fenômeno, os residentes começaram a criar teorias sobre o episódio. Alguns estavam crentes que aquele era um sinal do fim dos tempos. Outros, tinham certeza que o círculo indicava a chegada dos alienígenas. Mas qual seria a real explicação para o fenômeno?

Leia também: Funcionário de aeroporto faz 'dancinha' para orientar piloto e viraliza; assista

De acordo com o portal britânico Daily Star , Alexey Yakovlev presenciou o fato e explicou que “gradualmente, o círculo começou a se expandir e ficou claro que não era uma radiação qualquer. "Foi quando tudo ficou assustador”, disse ao The Siberian Times . E foi a estranheza do acontecimento que abriu precedentes para relacionar a luminosidade com supostos alienígenas .

Por mais que a ideia dos extraterrestres seja tentadora, existe uma explicação lógica para o misterioso círculo. Na última noite, as forças nucleares da Rússia lançaram quatro mísseis balísticos intercontinentais em um exercício militar.

Um deles, o Topol-M, foi disparado na base de Plestsek e conseguiu chegar ao seu alvo, a base de Kura, no leste do país. Assim, acredita-se que o trajeto do foguete é a causa por trás do círculo luminoso, que proporcionou um espetáculo de luzes junto de um fenômeno natural: a aurora boreal.

Um alerta do futuro

Por mais que exista uma explicação para o fenômeno, talvez a teoria dos aliens, levantada por alguns moradores, esteja relacionada ao americano Bryant Johnson, morador da cidade de Casper, no estado americano de Wyoming. No começo do mês, o homem teria sido preso enquanto andava bêbado pela região, alegando ter  informações “valiosas” sobre o futuro do nosso planeta e da espécie humana.

De acordo com o portal  Metro , Johnson foi flagrado pela polícia enquanto tentava convencer algumas pessoas de que era preciso evacuar a cidade. Bêbado, o homem argumentava que viajou no tempo, diretamente de 2048, para avisar a todos que aliens estavam prestes a invadir o local.

Leia também: Leões resgatam menina sequestrada por homem que queria se casar com ela

Decepcionado porque sua viagem no tempo deu errado – afinal, pretendia ‘voltar’ para 2018, na realidade – o americano exalava cheiro de álcool quando foi parado pelas autoridades. Detido por embriaguez e perturbação da ordem pública, ele ficou muito irritado ao ser preso: seu objetivo principal era avisar o prefeito de Casper sobre a aproximação alienígena.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.