Na vida real, o famoso trem da franquia britânica "Harry Potter" faz parte de uma linha turística na região das Terras Altas, no interior da Escócia

Para além da ficção, o Expresso Hogwarts atuou de forma especial para ajudar uma família no interior da Escócia
Creative Commons/Pixabay
Para além da ficção, o Expresso Hogwarts atuou de forma especial para ajudar uma família no interior da Escócia


Jon Cluett, Helen Cluett e seus quatro filhos estavam acampando em Lochaber, na Escócia, quando sua canoa foi levada pelo rio e deixou a família isolada na região interiorana. Sem alternativa, eles ligaram para a polícia e ficaram surpresos quando perceberam que a “ajuda” enviada para resgatá-los era, nada mais nada menos, do que o Expresso Hogwarts, de "Harry Potter".

Leia também: Pescador britânico sofre parada cardíaca e quase morre após beijar um peixe

Na "vida real", o meio de transporte foi nomeado como The Jacobite. Porém, é utilizado em excursões pela linha que corta as Terras Altas escocesas e foi a alternativa encontrada pela polícia local para salvar a família, que mal sabia que seria socorrida pelo famoso Expresso Hogwarts da franquia britânica “Harry Potter”. 

Assim, o trem realizou uma parada não-programada para salvar os escoceses, ilhados no oeste do país. “Eu fiquei um pouco chateado por perder minha canoa, mas isso foi deixado de lado quando as crianças viram o trem. Toda a tristeza desapareceu dos rostos deles e foi substituída por animação”, declarou Jon à BBC .

Após a aventura de viajar no trem de Harry Potter , a família desceu na estação de Lochailort, a partir de onde conseguiram chegar até seu carro, deixado nas proximidades. Depois disso, se o grupo ainda não esgotou sua cota de pedidos mágicos , eles gostariam de recuperar a canoa. “Eu acho que ela ainda está boiando em algum lugar. Uma canoa bem grande e vermelha: se você a encontrar, isso deixará o desfecho dessa história ainda melhor”, Jon fez o pedido.

Vespa de Hogwarts?

Para além do trem da Escócia, outros acontecimentos relacionados a Harry Potter têm aparecido nos noticiários. Um exemplo é a descoberta de uma nova espécie de vespa na Nova Zelândia, chamada de Lucio Malfoy , um dos arqui-inimigos do protagonista da série de filmes.

A nova espécie descoberta, nomeada  Lusius malfoyi , é uma das mais de três mil espécies de insetos encontradas na Nova Zelândia. O pesquisador da Universidade de Auckland, Tom Saunders, conta que leu o primeiro livro da saga “Harry Potter” quando tinha apenas 10 anos, e desde então se sente inspirado pela mágica história escrita por J. K. Rowling. Assim, decidiu nomear sua descoberta científica em homenagem a uma das personagens da casa Sonserina. 

Leia também: Voo 666 desafia mística da sexta-feira 13 e pousa em segurança no 'inferno'

Agora, nos resta saber se a vespa Lucio Malfoy aceitaria viajar até a Escócia para fazer uma excursão pelo Expresso Hogwarts.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.