Em ato de vingança, homem joga centenas de percevejos em prefeitura nos EUA

A prefeitura negou seu pedido de assistência para lidar com os insetos, e muito irritado, o homem resolveu se vingar; confira imagens do ocorrido
Foto: Gilles San Martin/Flickr
Revoltado por não conseguir assistência para lidar com os percevejos, homem resolveu jogar os animais na prefeitura


Uma infestação de percevejos foi responsável por fechar a prefeitura da cidade de Augusta, no estado do Maine, no Estados Unidos. Tudo isso porque um homem, revoltado por não conseguir assistência para lidar com os insetos, resolveu se vingar e levou centenas dos pequenos animais até o prédio.

Leia também: Casal de "vampiros" bebe o sangue um do outro para demonstrar fidelidade

O incidente aconteceu na última sexta-feira (2), e o motivo por trás do ataque dos percevejos  foi o governo ter negado ao homem o programa de auxílio para lidar com os insetos. Logo, ele passou o "problema" para o escritório oficial. 

O cidadão americano visitou o local diversas vezes durante o dia – sempre para tratar do mesmo assunto – e, em sua última passagem pelo escritório, deixou algumas pequenas lembranças no balcão de atendimento.

"Ele apareceu com uma xícara, cheia dos insetos vivos, jogou em um canto e pronto, todos eles começaram a sair, provavelmente, mais de 100 deles", declarou William Bridgeo, o prefeito, de acordo com o portal Kennebec Journal

Foto: Sara Russell/Reprodução WGME
Os percevejos logo se espalharam pelo escritório e obrigaram os funcionários a fecharem a prefeitura


De acordo com Matt Nazar, diretor de desenvolvimento da cidade, o homem – cujo nome não foi divulgado, não foi aprovado no programa de auxílio de controle de  pragas porque possui orçamento acima do limite estabelecido pelo município.

O responsável pelo incidente foi parado pela polícia ainda na saída do prédio, e ao tentar se explicar, disse que queria que os funcionários da prefeitura soubessem exatamente pelo que ele estava passando com o surto dos animais em sua casa. 

O prédio já foi dedetizado e, nesta segunda-feira (5), voltou a funcionar normalmente.

Problema constante

Por mais que o homem tenha sido um dos únicos a lidar com a situação de forma tão extrema, tais insetos são um problema persistente na cidade de Augusta.

Eles são encontrados em diversos prédios, e inclusive, já foram localizados no escritório da prefeitura antes do ataque premeditado. 

Os percevejos são achatados, de cor amarronzada e têm aproximadamente meio centímetro de comprimento. Eles se alimentam de sangue humano, mas não há indícios de que causem qualquer tipo de doença.

Leia também: Patovia: associação cria faixa exclusiva para patos no Reino Unido

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2017-06-07/percevejos.html