Saiu batendo as asas: médicos removem barata viva de ouvido de mulher na China

Chinesa tentou remover inseto com um cotonete e acabou parando no pronto-socorro; após procedimento, médicos conseguiram tirar barata viva
Foto: Reprodução/The Mirror
Mulher sentia o inseto se mexendo, mas não sabia ao certo o que havia entrado em seu ouvido

Uma mulher teve que procurar um pronto-socorro na cidade de Huaihua, na China, para remover uma barata viva de seu ouvido. As informações são do jornal britânico “The Mirror”.

LEIA MAIS:  Em busca de leão à solta, polícia dos EUA encontra "surpresa" bizarra em câmeras

A mulher, que pediu para não ter seu nome publicado, informou aos médicos do Hospital de Huaihua que sentia o inseto se mexendo, mas não sabia ao certo o que havia entrado em seu ouvido.

Desesperada, a chinesa tentou remover a barata com um cotonete, mas acabou empurrando o bicho ainda mais para baixo no seu canal auditivo.

LEIA MAIS:  Com 30 milhões de pessoas ou trilha sonora própria: os maiores funerais do mundo

Para retirar o inseto do ouvido da mulher, os médicos aplicaram substâncias químicas, o que o fez se mover muito. Após angustiante procedimento, os médicos conseguiram removê-lo do canal.

“A paciente chegou à emergência reclamando de dor no ouvido. Vimos que havia uma barata no seu ouvido. Ela se rebatia e suas pernas ainda se mexiam. Efetuamos o procedimento e a retiramos, ainda viva, do canal auditivo da paciente”, contou a médica Meng Ji, responsável pelo procedimento.

Após o ocorrido, Meng alertou a população a não deixar restos de comida ao lado da cama já que isso pode atrair insetos e, ocasionalmente, resultar em casos como o descrito. 

Foto: The Guardian/ Reprodução
A chipanzé de 19 anos, apelidada Azalea Dallae, nasceu na Coreia do Sul e hoje fuma um maço de cigarro por dia


Mundo Bizarro

O Zoológico Central de Pyongang, na Coreia do Norte, vem gerando polêmica ao redor do mundo depois que imagens de um chimpanzé fumante, a mais recente atração do local, foram espalhadas pela internet. 

De acordo com o zoológico, a chimpanzé de 19 anos, apelidada Azalea Dallae, nasceu na Coreia do Sul e foi comprada pelo país. Hoje, o animal fuma um maço de cigarros por dia já tem autonomia de acendê-los já que o zoológico ensinou Azalea a utilizar o isqueiro. 

LEIA MAIS:  Com 30 milhões de pessoas ou trilha sonora própria: os maiores funerais do mundo

Diversos órgãos de proteção ao animal criticaram e ancionaram o local. Depois de uma enxurrada de críticas, o zoológico se pronunciou, insistindo que "o animal não inala a fumaça" e, portanto, o tabaco não seria prejudicial à sua saúde. 

A agência de notícias da Coreia do Norte, “NK News”, afirmou que o zoológico foi reinaugurado recentemente, trazendo uma variedade de insetos e espécies de animais de todo o mundo. No passado, o empreendimento já havia sido criticado por manter animais em condições “precárias”.

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2016-12-05/china-barata-viva.html