Tamanho do texto

Jovem de 19 anos disse que queria enviar foto pelo Snapchat; estudante, que levava garrafa de vinho aberta, foi detida e precisou pagar fiança de R$ 6 mil

Miranda Rader enviava fotos de topless para o namorado quando seu veículo encontrou a traseira de uma viatura policial
Cortesia: Polícia de Bryan
Miranda Rader enviava fotos de topless para o namorado quando seu veículo encontrou a traseira de uma viatura policial

Uma estudante nos Estados Unidos bateu num carro de polícia enquanto tirava uma selfie de topless ao volante para enviar ao namorado.

O boletim de ocorrência feito pelo policial envolvido no incidente descreveu a cena assim:

"Perguntei a ela por que não estava vestida enquanto dirigia, e ela declarou que estava tirando uma foto para compartilhar via Snapchat com o seu namorado enquanto aguardava o sinal vermelho."

O acidente ocorreu em Bryan, cerca de 160 km de Houston, no Texas.

LEIA TAMBÉM:  Pesquisa inédita revela que 82% dos torcedores britânicos aceitariam jogador gay em seus times

O policial atendia a uma ocorrência quando teve sua viatura abalroada na traseira pelo veículo de Miranda Rader, de 19 anos, uma estudante da Texas A&M University.

A batida acionou o air-bag do carro da estudante e, ao se aproximar do veículo, o policial notou que Rader estava com o sutiã solto e tentava vestir a sua blusa.

A estudante também levava uma garrafa de vinho aberta junto a si.

Rader, que relatou estar retornando ao seu dormitório na universidade, foi detida por suspeita de dirigir intoxicada e liberada no dia seguinte após pagar fiança de US$ 2 mil (cerca de R$ 6,3 mil). Ninguém se feriu no acidente.

LEIA TAMBÉM:  Garçom quebra dedo de estátua de quase 2 mil anos em museu britânico

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.