Tamanho do texto

Super-herói inglês afirma ser protetor das crianças contra as figuras macabras; aparições estranhas começaram nos EUA e chegaram ao Brasil

Batman inglês afirma ser protetor das crianças contra onda de
Facebook/Reprodução - 14.10.2016
Batman inglês afirma ser protetor das crianças contra onda de "palhaços assustadores" que se espalhou por todo o mundo


Um homem vestido de Batman está em busca dos palhaços assustadores que têm causado pânico em diversos lugares do mundo ao longo desta semana. 

LEIA MAIS:  "Palhaços assustadores" fazem McDonald's limitar aparições de seu mascote

Diferentemente da versão original do Batman, porém, o super-herói inglês afirma ser protetor das crianças e ter incorporado o personagem para que os pequenos “saibam que têm alguém os protegendo”, assegurou à “BBC”.

E a ação já teria impactado diversas crianças no Reino Unido. Várias delas mandaram mensagens ao perfil do "Batman inglês" no Facebook agradecendo pela "proteção", enquanto pais também parabenizam o homem.

Em imagem publicada no perfil do personagem no Facebook, Batman é visto capturando um palhaço
Facebook/Reprodução
Em imagem publicada no perfil do personagem no Facebook, Batman é visto capturando um palhaço


"Eu estive muito assustado com essa situação. Eu vi que você conseguiu capturar o palhaço e isso significa que posso voltar à escola sem ter medo. Muito obrigado!", escreveu uma das crianças no perfil  do personagem. 

LEIA MAIS:  Após pânico nos EUA e na Europa, palhaços assustadores chegam ao Brasil

De acordo com a "BBC", a ação do suposto “Batman” faz parte de um grupo intitulado de “super-heróis de Cumbria”, que ajuda crianças com câncer na região Cumbria, no sul da Inglaterra.

Segundo a organização, o trauma das crianças com a onda de palhaços macabros inspirou a criação do super-herói. 

Palhaços Assassinos

Chamada de o "Apocalipse dos Palhaços" ("Clown Apocalypse"), uma onda de aparições de palhaços tem causado pânico no mundo. No Reino Unido, alertas foram emitidos pela polícia, após uma série de relatos sobre "palhaços assassinos".

De acordo com a "Reuters", indivíduos vestidos com roupas de palhaço, às vezes com facas ou machados, teriam perseguido pessoas e até crianças. A "brincadeira sem graça" começou nos Estados Unidos e há relatos de que tenha chegado ao Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.