Corpo de alemão desaparecido desde 2009 é encontrado mumificado nas Filipinas

Vítima estava debruçada em mesa de iate, com rádio próximo a mão, o que indica que tentava fazer último pedido de socorro
Foto: Divulgação/Departamento de Polícia de Barobo
Manfred Bajorat era quem estava à bordo do iate, mas não se sabe há quanto tempo ele morreu

Pescadores encontraram na última sexta-feira (26) um corpo mumificado de um alemão, que estava desaparecido desde 2009, em um iate à deriva na ilha de Mindanao, nas Filipinas.

Segundo o jornal "The Huffington Post", os homens informaram à polícia que quando acharam o homem em decomposição, levaram o iate para o município de Barobo, em Surigao del Sur. Dentro da embarcação foram encontrados documentos, que permitiram a identificação do corpo. Manfred Fritz Bajorat, de 59 anos, era quem estava à bordo do iate, mas não se sabe exatamente há quanto tempo ele morreu.

Imagens divulgadas pelo Departamento de Polícia de Barobo mostram o corpo debruçado sobre uma mesa, com um rádio próximo a mão, o que aponta que Bajorat pretendia fazer um pedido de socorro. De acordo com um criminologista entrevistado pelo jornal alemão "Bid", a forma como o homem estava sentado sugere que ele pode ter morrido de um ataque cardíaco.

Já segundo o jornal "Mirror", o alemão estava desaparecido desde 2009, ano em que teria se divorciado e sua mulher morrido de câncer. Um marinheiro também informou que a última vez que viu a vítima foi na mesma época. "Ele era um marinheiro muito experiente. Não acredito que ele teria navegado em uma tempestade, mas sim que o mastro do iate quebrou depois que Bajorat já estava morto", declarou ao "Bid".

As autoridades disseram que não foi encontrado nenhum sinal de violência no corpo, mas que ainda não se sabe a causa da morte. A embaixada alemã nas Filipinas está trabalhando para rastrear os familiares da vítima.

Veja também: Os velórios mais estranhos do mundo


Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2016-02-29/corpo-de-alemao-desaparecido-desde-2009-e-encontrado-mumificado-nas-filipinas.html