Modelo russa Angelica Kenova afirma ter dieta e exercícios ditados por seus pais para viver como uma boneca

Parece que a ucraniana Valeria Lukyanova, conhecida mundialmente por sua semelhança com a Barbie, foi colocada de lado por uma nova jovem tratada como a boneca mais famosa do mundo desde o nascimento. As informações são do site britânico Daily Mail.

A russa Angelica Kenova diz que sua mãe a veste como a Barbie desde que ela tinha 6 anos de idade
Reprodução/Facebook
A russa Angelica Kenova diz que sua mãe a veste como a Barbie desde que ela tinha 6 anos de idade

2014:  Ucraniana de 16 anos diz ser a 'Barbie humana' e nega uso de photoshop

Angelica Kenova, um modelo de 26 anos nascida em Moscou, Rússia, ainda vive com seus pais controladores e explica que eles ditam sua maneira de viver, intensificando ao longo dos anos programas de dieta e exercícios para que ela possa manter o corpo perfeito.

"Enquanto crescia, meus pais me criaram como uma princesa: nunca me deixaram brincar do lado de fora, namorar ou ter as experiências adultas normais", diz Angelica. "Como resultado, não estou apta para a vida real. Sou como uma boneca viva."

Angelica foi vestida como uma boneca Barbie desde o nascimento e só pode sair acompanhada da mãe, Natalia. No entanto, curiosamente, a loira - que afirma ser psicóloga infantil, bailarina e modelo - posta regularmente fotos seminuas nas redes sociais, sob autorização dos pais.

Galeria de fotos:  Conheça mudanças corporais extremas pelo mundo

Ela sustenta que sua aparência de boneca foi conquistada sem cirurgia plástica e que acumula milhares de fãs.

"Nunca fiz cirurgia plástica", insiste. "Esse tipo de procedimento só é necessário quando um indivíduo tem falhas graves com seu rosto ou corpo."

Angelica - que tem um irmão mais velho, Romano - ainda vive com os pais e só pode namorar com aprovação absoluta da mãe – o que até agora nunca aconteceu.

"Minha mãe e meu pai não querem que eu a saia da casa da família", diz ela. "Eu não estou sequer autorizada a comprar roupas sem a minha mãe. Ela gosta de escolher modelos que enfatizem minha figura e meus atributos." 

Angelica diz que sua mãe e seu pai, Evegniy, estão ansiosos para vê-la fazer sucesso como modelo e estão 'orgulhosos' de suas sessões de fotos sensuais.

"Desde que eu era criança, meus pais me denominaram como uma Barbie. Estou feliz de ser equiparada a uma. Barbie é o símbolo das meninas ao redor do mundo."

Enquanto crescia, Angelica teve acesso a educação mais extravagante que o dinheiro podia comprar.

"Meus pais me chamam de 'a princesa'. Eles sempre me compraram os melhores brinquedos", ela comenta. Uma coisa que ela sempre foi autorizado a fazer, é claro, foi se vestir como a boneca.

"Não escolhi esta imagem de boneca. Meus pais o fizeram. Quando fiz seis anos, minha mãe começou a comprar Barbies colecionáveis e a me vestir como uma."

Angelica diz que recebe centenas de cartas de fãs e aconselha seus seguidores a sempre sorrir e amar a si mesmos. Ao projetar o futuro, a russa diz que adoraria ser uma "Coelhinha da Playboy". Mas o sonho parece ser improvável, já que ela não pode sequer sair sozinha. 

"Meus pais têm me mantido em uma bolha por toda a minha vida, mas espero que um dia eu me liberte. Nunca é tarde demais para começar uma vida independente", completa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.