Suspeito de matar a mãe e a irmã, 'Wolverine do mal' é achado morto pela polícia

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Jed Allen era procurado pela morte de sua meia-irmã Derin, de seis anos, a mãe deles, Janet Jordon, 48, e do namorado dela

Conhecido como "Wolverine", o jovem de 21 anos investigado pelo assassinato de três membros da sua família foi encontrado morto, divulgou a polícia britânica nesta segunda-feira (25). As informações são do site britânico Daily Mail.

Mais cedo: 'Wolverine do mal' é suspeito de esfaquear a mãe e a irmã até a morte

Jed Allen era fã do personagem da Marvel
Reprodução/Youtube
Jed Allen era fã do personagem da Marvel

Jed Allen era procurado pelo assassinato de sua meia-irmã Derin, de seis anos, a mãe deles, Janet Jordon, 48, e do namorado dela, Philip Howard, 44, em Didcot, Oxfordshire. 

Em uma coletiva de imprensa, a polícia confirmou que um corpo havia sido encontrado bem perto da Universidade Parques. O chefe da unidade principal da polícia de Thames Valley, o detetive Chris Ward, disse que dois transeuntes encontraram o corpo em uma área de floresta em Oxford.

Crime

Na manhã de sábado, os corpos de todas as três vítimas foram descobertos na casa da família em Didcot, Oxfordshire, todos com marcas de facadas e 36 horas depois, uma enorme caçada começou para encontrar e prender Allen.

A polícia acredita que ele matou as três vítimas e, em seguida, fugiu de sua casa, embarcou em um trem para Oxford as 5h24 e foi visto pela última vez em direção a um parque de centro de cidade, as 17h45. Também emergiu a notícia de que o jovem de 21 anos já teve problemas com a polícia no passado, mas os detetives têm se recusado a confirmar a informação. 

Veja os crimes mais estranhos do mundo

Jed Allen é fã do X-Men e postou várias fotos com garras como as de seu personagem favorito, o Wolverine. Foto: Reprodução/InstagramIlse Koch (1906-1967): no período nazista, a 'maldita de Buchenwald' arrancava a pele de prisioneiros e as usava como enfeite em sua casa.. Foto: Wikimedia CommonsRosemary West (1954-): ninfomaníaca, a britânica matou com seu marido mais de 12 pessoas e abusou sexualmente dos próprios filhos. Foto: Reprodução/YoutubeGertrude Baniszewski (1929-1990): babá, ela torturou Sylvia Likens, 16, até sua morte em Indiana, EUA, porque os pais dela atrasaram o pagamento. Foto: Reprodução/YoutubeDorangel Vargas, Venezuela: ele confessou ter matado, até 1999, mais de dez para comer sua carne. As ossadas foram encontradas em Táchira. Foto: Reprodução/YoutubeSara Aldrete, México: seguidora de Adolfo Constanza, ela foi sentenciada em 1994 por vários crimes contra jovens em cultos satânicos. Foto: Reprodução/Youtube

Ward, disse que "Jed está vestindo uma camisa vermelha ou marrom, uma jaqueta com capuz escuro, calça jeans e sapatos pretos". De acordo com os vizinhos, ele estava se esforçando para se entender com sua família após a separação de seus pais e que era tido como um jovem mal-humorado e introvertido.

Em sua página no Facebook, ele escreveu sobre como seu trabalho havia "azedado" e que estava "farto de ser tratado como uma coisa ruim".

"Quem não gosta de mim basta se retirar da minha vida". Em outro ele escreveu: "Não há nenhuma hora do dia que eu funcione bem."

O pai do suspeito permanece sob proteção policial e se recusou a comentar sobre o desaparecimento do filho. Seu herói é o personagem da Marvel, o Wolverine, inspiração para diversas fotos dele com lâminas entre os dedos para imitar o super-herói das histórias em quadrinhos e dos filmes do X-Men.

Leia tudo sobre: wolverinex meninglaterra

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas