Casada pula a cerca pelo Facebook e morre ao ir à Índia encontrar amante virtual

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Angela Slinn, de 45 anos e com filhos, viajou secretamente para ver namorado virtual, mas uma pneumonia impediu o encontro

Uma britânica casada morreu de pneumonia alguns dias depois de viajar para a Índia para encontrar pela primeira vez seu namorado virtual indiano. As informações são do Daily Mail.

Casal mudou status de relacionamento no Facebook antes de se conhecerem pessoalmente
Reprodução/Facebook
Casal mudou status de relacionamento no Facebook antes de se conhecerem pessoalmente

Leia todas as notícias de Mundo Insólito

Angela Slinn, de 45 anos, morava em Cheshire e não disse a seu marido que voaria para encontrar Jaspal Singh, de 30 anos, que ela conheceu pelo Facebook. Mas a mãe de três filhos morreu no domingo após ter sido levada a um hospital com pneumonia uma semana após desembarcar no país, no dia 4 de maio.

A britânica, que era enfermeira, falou sobre a viagem com seus filhos, com idade entre 15 e 24 anos, mas não mencionou nada ao marido, Stephen, de 48 anos, de acordo com o site The Sun.

A sogra dela, Doreen Slinn, afirmou "Não entendo como uma mulher saudável possa ter morrido dessa maneira. Ela foi a Índia porque achou que havia encontrado o homem de sua vida, e a viagem se transformou nessa tragédia".

Já Singh, que mora em Ludhiana, Punjab, e conheceu sua amada em 2014, afirmou ao jornal "Não acredito que ela não está mais entre nós". O indiano, ex-aluno da St Andrews University e que também morou na Alemanha, era descrito por Angela como "meu lindo homem" em comentários do Facebook. Da parte do jovem, há vários elogios à britânica, como "linda" e de "meu amor".

O par costumava usar a rede social com regularidade e compartilhava fotos um do outro em suas respectivas contas, sob inúmeras declarações românticas. No dia 2 de janeiro, o casal mudou seu status de relacionamento, confirmando às famílias e aos amigos que estavam juntos.

Leia tudo sobre: reino unidoindiagra bretanhaangela slinnstephen

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas