Deputado mexicano busca sósia para aliviar trabalho

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Renato Tronco diz não ter tempo para participar de reuniões; ele lançou concurso para encontrar substituto

BBC

O político mexicano Renato Tronco, deputado de um distrito em Veracruz, diz ser um homem atarefado: sem conseguir cumprir sua agenda de trabalho, decidiu lançar um concurso para contratar um "sósia" para substitui-lo nos inúmeros eventos a que é convidado.

"Todo dia tenho cerca de 10 eventos e não posso ir em todos", diz ele à BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC.

Tronco conta que, por algum tempo, contratou alguém para substitui-lo em premiações, inaugurações e solenidades.

Político mexicano Renato Tronco, deputado de um distrito em Veracruz, diz ser um homem atarefado
Renato Tronco
Político mexicano Renato Tronco, deputado de um distrito em Veracruz, diz ser um homem atarefado

Mas agora ele diz querer dar um passo além e contratar um sósia para participar de eventos cívicos aos quais, "por razões de agenda e de dificuldades geográficas do território", não tem tempo de chegar.

"O povo está pedindo", diz Tronco, que diz que tudo começou quando um dia falou com si mesmo que precisaria de um sósia para dar conta de tantos compromissos.

"Bem, até que não seria má ideia", lembra-se de ter dito a ele mesmo na ocasião. Então, pouco a pouco, a proposta ganhou corpo até Tronco finalmente lançar o concurso.

"Podem participar do concurso pessoas entre 35 a 50 anos. O candidato ideal deve ter características físicas semelhantes às do deputado Renato Tronco", informa o anúncio publicado no Facebook.

"Também podem participar pessoas que me ajudem a encontrar meu sósia e inscrevê-lo na competição", acrescenta.

'Compromisso'

A iniciativa foi criticada pela imprensa mexicana, que questionou a legitimidade e a finalidade do concurso.

"Eu sei que minha ideia se tornou polêmica, mas a tive com as melhores das intenções, para que possa nos ser útil e possamos participar simultaneamente em mais atividades e eventos", afirma o deputado, de 43 anos.

"A iniciativa é legal em determinadas ocasiões; só não posso usar um sósia para cumprir minhas obrigações constitucionais", defende-se Tronco.

De acordo com a Lei de Responsabilidade dos Funcionários Públicos de Veracruz, o funcionário público deve "cumprir diligentemente o serviço ao qual é confiado". Além disso, deve "usar apenas para os fins a que estão sujeitos os recursos destinados para a realização de seu trabalho, cargo ou comissão".

Depois de escolhidos, os sósias (Tronco diz que pode escolher mais de um) receberão um contrato, roupas, cuidados e tudo o que for necessário para que se pareçam com o deputado.

"Eu não fumo, não bebo, não frequento bares, sou um homem de fé e de respeito. Por isso, a pessoa que se parecer comigo deverá assinar um acordo em que aceita respeitar algumas regras e no qual saberá o que pode dizer ou não".

Emprego

O vencedor, que receberá o equivalente a US$ 2,6 mil (R$ 8 mil), vai participar de solenidades na qualidade de representante de Tronco. Há também prêmios em dinheiro estipulados para o segundo, terceiro e quarto colocados, bem como para as pessoas que indiquem o candidato vencedor.

O político explicou que o prêmio em dinheiro é para incentivar as pessoas a participar do concurso. "Mas depois (o vencedor) terá um contrato de trabalho".

Mas pagar a alguém para fazer seu trabalho não é uma má aplicação de recursos públicos? "É o salário que eu pago a qualquer outro (que me representa), defende-se Tronco. "Só que dessa vez a pessoas será parecida comigo e se vestirá como eu me visto", acrescenta.

Tronco diz não ver problema no que está fazendo. "Fui eleito com o propósito de legislar. Acho que (com essa iniciativa) o resultado é favorável para todos nós, porque posso cumprir minha agenda e os compromissos civis que o povo tanto pede", explica.

Renato Tronco diz já ter recebido duas indicações de candidatos.

Leia tudo sobre: deputadomexicanosósiatrabalho

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas