Após três anos, homem se recusa a deixar hospital e polícia intervém na China

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

O homem havia sido internado pela primeira vez em 2011 após acidente de trânsito; exames atestam que sua saúde está bem

Um paciente foi forçado a sair de um hospital da China pela polícia após prender a si mesmo na cama do quarto e se recusar a deixar o local. As informações são do Daily Mail.

Leia todas as notícias do Mundo Insólito

Chen teve de ser retirado a força de um quarto de hospital em Pequim
Reprodução/ Shanghaiist
Chen teve de ser retirado a força de um quarto de hospital em Pequim

2014: Ciclista sobrevive a atropelamento por carreta na China sem nenhum arranhão

Uma corte de Pequim ordenou que o homem de 55 anos, conhecido apenas pelo sobrenome de Chen, saísse do hospital após viver por lá por mais de três anos. Mas quando os oficiais chegaram ao local na tarde de segunda-feira (10), descobriram que o paciente havia acorrentado os próprios pulsos à cama.

Eles então foram forçados a cortar as correntes e remover um Chen visivelmente angustiado, que ainda estava vestido com seu avental de internação e que lutava com os policiais durante toda a ação.

Chen foi internado no Jingmei Group Hospital em Agosto de 2011 para receber tratamento contra machucados após sofrer um acidente de trânsito em uma estrada. Depois de ficar internado por um mês, ele foi para casa, mas voltou dois meses depois reclamando de dores em sua perna esqueda. Novamente ele recebeu tratamento médico depois do diagnóstico de trombose e três meses depois recebeu alta novamente.

Mas ele se recusou a sair, dizendo que sentia tanta dor que não conseguia sequer ficar em pé. Ele disse que era responsabilidade do hospital cuidar dele e se recusou a deixar o local, mesmo no dia do casamento de seu filho. O hospital parou com o tratamento em julho de 2012 depois de ele não poder mais pagar por suas despesas médicas.

A instituição então recorreu a justiça para que Chen fosse forçado a sair. Isso aconteceu após exames atestarem que ele estava perfeitamente saudável. Ele foi levado de volta a sua casa no distrito de Mentougou em Pequim.

Leia tudo sobre: chinachenpacientehospitalpequim

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas