Grupos fazem 'correção ortográfica' em pichações e placas

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Em países de língua espanhola, grupos de 'ação ortográfica' fazem esforço por grafites bem escritos

BBC

Por que" escrito corretamente; acentos e pontuação no lugar certo. Grupos que se autodenominam de ação ortográfica têm usado muros e cartazes em cidades como Quito, no Equador, e Madri, na Espanha, para dar aos transeuntes pequenas aulas de ortografia da língua espanhola.

O grupo equatoriano é misterioso: há alguns meses, surgiram pichações corrigidas em tinta spray vermelha no bairro de La Floresta, em Quito.

A BBC Brasil consultou autores das fotos das pichações, jornais locais e até um organizador de eventos para grafiteiros para saber se alguém conhecia a "Ação Ortográfica Quito". Nada.

Grupos que se autodenominam de ação ortográfica têm usado muros e cartazes em cidades como Quito, no Equador, e Madri, na Espanha, para dar aos transeuntes pequenas aulas de ortografia da língua espanhola.. Foto: Ivan Aulestia/BBCO grupo equatoriano é misterioso: há alguns meses, surgiram pichações corrigidas em tinta spray vermelha no bairro de La Floresta, em Quito.. Foto: Ivan Aulestia/BBCComo as frases de diferentes muros são escritas em letras parecidas, grafiteiros suspeitam que a mesma pessoa que faz as pichações faça, em seguida, as correções. Foto: Ivan Aulestia/BBCAção equatoriana acabou inspirando o "Ação Ortográfica de Madri", grupo lançado há apenas algumas semanas no Facebook para estimular o conserto de frases mal-escritas. Foto: Reprodução

"Parece que eles (o grupo) se espalharam bastante e ninguém assumiu (a autoria)", diz uma das autoras das fotos divulgadas no Twitter.

Como as frases de diferentes muros são escritas em letras parecidas, grafiteiros suspeitam que a mesma pessoa que faz as pichações faça, em seguida, as correções.

Ainda assim, nas redes sociais, os corretores foram elogiados como "vingadores" e "super-heróis" da ortografia por pessoas que pedem "um mundo com pichações bem escritas".

"É bom que as pessoas se conscientizem de que devem escrever melhor", diz à reportagem o equatoriano Iván Auslestia, que fotografou os muros de Quito e cedeu as fotos para esta reportagem.

A ação equatoriana acabou inspirando o "Ação Ortográfica de Madri", grupo lançado há apenas algumas semanas no Facebook para estimular o conserto de frases mal-escritas em lugares públicos da capital espanhola.

Eles dizem que outra fonte de inspiração são grupos de "ação poética", que pintam frases de poesia em muros e asfaltos de diferentes cidades de diversos países da América Latina.

Sem se identificar, o grupo madrilenho diz à BBC Brasil via internet que é formado por um número indeterminado de pessoas, e para participar basta ter o espírito ortográfico aguçado. Mas deu poucos detalhes sobre sua atuação e também mantém um ar de mistério.

"De fato, os responsáveis pelo grupo somos poucos, mas qualquer um pode se creditar como membro do Ação Ortográfica de Madri se corrigir algum cartaz CORRETAMENTE e assinar com AOM, ACOMA ou Acción Ortográfica de Madrid", escreveu o grupo em mensagem via Facebook.

Leia tudo sobre: equador

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas