Cientistas se inspiram em lagartixa e criam luvas de ‘Homem-Aranha’

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Em testes, homem de 70kg conseguiu escalar parede de vidro usando invento que reproduz as mesmas forças físicas que interagem no caso animal

BBC

Cientistas americanos desenvolveram luvas que possibilitam que uma pessoa escale uma parede como se fosse o Homem-Aranha, inspirada na física que permite às lagartixas subir pelas paredes.

Os pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, desenvolveram almofadas de silicone do tamanho da mão, com as quais um homem de 70 kg escalou diversas vezes uma parede de vidro de 3,6 metros de altura.

Biomimetics & Dexterous Manipulation Laboratory/ Universidade de Stanford
Cientistas americanos desenvolveram luvas que possibilitam que uma pessoa escale uma parede


O invento pode ser o mais perto que a Ciência já chegou de reproduzir a aderência das patas da lagartixa a superfícies. Apesar de inúmeras pesquisas neste ramo, o desenvolvimento de um mecanismo que funcione em escala humana tem se provado até aqui um desafio.

As luvas empregam as mesmas forças de atração e repulsão entre moléculas - conhecidas como Forças de van der Walls - que interagem no caso das lagartixas.

Apesar de estas forças não serem de grande intensidade, seu efeito é multiplicado pelos minúsculos pêlos que cobrem os dedos dos animais, permitindo que eles se fixem firmemente nas superfícies.

Mais eficiente

O estudo foi detalhado na publicação científica Journal of the Royal Society Interface.

A equipe de Stanford criou pequenos pontos que fazem uso destas forças. Eles foram capazes de produzir uma adesão mais eficiente inclusive que a das lagartixas.

No início do ano, a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada em Defesa (Darpa, na sigla em inglês) dos Estados Unidos fez uma demonstração de outro aparelho que permite a uma pessoa escalar uma parede de vidro. Os detalhes do método foram mantidos em segredo.

O esforço mais recente de Stanford teve a colaboração da Darpa.

O programa da agência, chamado de "Z-man", busca desenvolver formas de escalada inspiradas na biologia com o objetivo de dispensar aos soldados o uso de cordas e escadas.

Leia tudo sobre: homem aranhaluvascientistaslagartixa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas