Corte Europeia rejeita pedido de andarilho britânico de caminhar nu

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Desde 2003, Stephen Gough foi preso desenas de vezes na Escócia e Inglaterra por nudez em público

BBC

Um homem que insiste em caminhar nu pela Grã-Bretanha, Stephen Gough, foi derrotado na Corte Europeia em seu processo para obter o direito de fazê-lo.

Gough alegava que sofria repressão por caminhar sem roupas.

Desde 2003 ele foi preso desenas de vezes na Escócia e Inglaterra por nudez em público.

Gough foi condenado várias vezes e a sentença aumentava a cada condenação. Frequentemente ele era preso logo depois de deixar a prisão.

BBC
Stephen Gough é um ex-fuzileiro naval da cidade inglesa de Eastleigh, no condado de Hampshire.

Entre maio de 2006 e outubro de 2012 ele teve um total de sete dias de liberdade. Enquanto este preso, passou a maior parte do tempo separado dos outros detentos devido à sua recusa em usar roupas.

Gough então levou seu caso à Corte Europeia de Direitos Humanos em Estrasburgo, afirmando que medidas "repressivas" foram tomadas contra ele e citando artigos da Constituição do bloco que falam sobre o direito e respeito à vida privada e vida em família e sobre a liberdade de expressão.

Mas, a Corte Europeia rejeitou o caso.

"O caso do requerente é problemático, já que a intransigência dele o levou a gastar um período substancial na prisão pelo que é, em si, geralmente uma infração relativamente menos grave", informou a Corte em uma declaração.

"Contudo, a prisão do requerente é a consequência de violações repetidas da lei criminal com o conhecimento total das consequências, através de conduta que ele sabia muito bem que não apenas vai contra os padrões do comportamento público aceitável em qualquer democracia moderna, mas também podem ser alartamente e moralmente ofensivo para os outros membros do público que, desprevenidos, estão envolvidos em suas rotinas diárias."

Stephen Gough é um ex-fuzileiro naval da cidade inglesa de Eastleigh, no condado de Hampshire.

Leia tudo sobre: Stephen Goughandarilho nuGrã-Bretanha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas