Mangli Munda se casou às pressas porque, segundo anciões, ela precisava se livrar de espírito maligno; cão a ajudaria nessa fase

Uma jovem de 18 anos se casou com um cachorro de rua como parte de um ritual tribal na Índia para repelir um espírito maligno, segundo noticiou o Daily Mail.

Julho: Menino de 9 anos renova união simbólica com mulher de 62 na África do Sul

O cão, Sheru, cai no sono durante a cerimônia luxuosa na Índia
Reprodução/Youtube
O cão, Sheru, cai no sono durante a cerimônia luxuosa na Índia


Leia mais notícias do Mundo Insólito

Mangli Munda, da remota vila de Jharkhand, leste indiano, se casou com o animal em uma cerimônia cheia de pompa.

A cerimônia foi organizada às pressas por anciões após guru local revelar aos pais da menina que Mangli possuía má sorte e se casaria com um homem destinado a trazer destruição para sua família e comunidade, caso ela não revertesse o feitiço.

O vira-lata Sheru, encontrado pelo pai da adolescente, foi trazido para o casamento em um carro com motorista e recebido com festa pelos convidados. Mangli, que não foi à escola, disse não estar feliz por se casar com um cão, mas insistiu que ele a ajudaria a mudar sua sorte.

"Estou casando com um cão porque anciãos acreditam que o espírito maligno vai sair de mim e irá para o cachorro. Depois disso, o homem com quem eu casar terá uma longa vida".

O pai da jovem, Sri Amnmunda, concorda.

"Os anciãos da aldeia nos disseram que deveríamos organizar o casamento assim que pudessemos. Tínhamos de ter certeza de que o feitiço seria destruído.”

E, surpreendentemente, essa não foi a primeira vez que uma garota local se casou com um cachorro.

"Muitos casamentos como este têm ocorrido em nossa aldeia e também as outras aldeias vizinhas. Este é um costume que absolutamente acreditamos funcionar", insistiu Amnmunda.

De acordo com os costumes da aldeia, o casamento não vai afetar a vida de Mangli e ela poderá se casar novamente assim que se divorciar do animal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.