Desafio do Gelo dá errado e deixa dois bombeiros feridos em universidade dos EUA

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Os bombeiros Tony Grider e Alex Quinn foram hospitalizados após incidente com rede elétrica em universidade de Kentucky

Quatro bombeiros ficaram feridos - dois em estado grave - após participarem de Desafio do Gelo em uma universidade dos EUA, informou o Daily Mail.

Entenda: Saiba mais sobre o Desafio do Gelo no Brasil

Reprodução/Youtube
Foto mostra os bombeiros ajudando estudantes a cumprir o desafio do gelo em universidade dos EUA


Leia mais notícias do Mundo Insólito

Os bombeiros Tony Grider, 41, e Alex Quinn, 22, continuam hospitalizados após incidente que ocorreu na manhã de quinta-feira (21) no campus da Universidade Campbellsville em Kentucky. Eles posicionaram escada perto de rede elétrica e acabaram sendo eletrocutados após jogarem água nos jovens. Nenhum estudante ficou ferido.

Os capitães Grider e Quinn foram levados para hospital da Universidade de Louisville, onde Grider, veterano da corporação há 11 anos, está internado em estado crítico.

O desafio do balde de gelo tem feito sucesso nas mídias sociais. Na brincadeira, participantes derramam um balde de água gelada sobre suas cabeças em prol da ALS Association, instituição que realiza pesquisas para combater a esclerose lateral amiotrófica (ELA), ou doença de Lou Gehrig, problema degenerativo que ainda não tem cura.

A banda da Universidade de Campbellsville decidiu aceitar o desafio de forma única, fazendo com que o corpo de bombeiros local mergulhasse os alunos todos de uma só vez com a mangueira de incêndio. Imagens da banda sendo molhada por Grider e Quinn foram postadas no Twitter.

Em uma coletiva na tarde de quinta-feira, autoridades disseram nunca ter tido problemas com as linhas de energia. A universidade divulgou comunicado expressando suas condolências pelos bombeiros feridos.

"A Universidade Campbellsville pede orações para os dois bombeiros do departamento de incêndio do condado Taylor que ficaram seriamente feridos no campus da Universidade de Campbellsville."

"Expressamos profunda simpatia e orações para as famílias dos dois bombeiros feridos."

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas